Os textos publicados com indicação de autoria são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando necessariamente a opinião do HACER.

O HACER - História da Arte e da Cultura: Estudos e Reflexões é uma publicação do Coletivo HACER sob a Licença

Creative Commons 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0) 

Teorias

Reflexão sobre o processo de desmaterialização da arte dos anos 60/70, a partir da "estética do desequilíbrio" de Luis Camnitzer, cujas ideias estão presente no seu texto Arte contemporânea colonial, de 1970.  A análise aqui publicada está embasada em autores que tratam do tema e faz referências a movimentos artísticos e artistas, traçando um panorama vasto e rico do que foi produzido na arte latino americana naquele período.  

Por Izis Abreu, em 2017

A partir da clássica obra Les Demoiselles d’Avignon (1907) de Pablo Picasso (1881 - 1973), que em 2017 completa 110 anos, o texto trata do surgimento do movimento da história da arte denominado "cubismo" e seus desdobramentos posteriores através da análise da produção artística de Picasso, Georges Braque (1882 - 1963) e Juan Gris (1887 - 1927), seus maiores expoentes.

Nesta resenha são tratados os capítulos referentes à visão cristã de mundo, constantes no ambicioso livro do professor Richard Tarnas “A epopeia do pensamento ocidental: para compreender as ideias que moldaram nossa visão de mundo”. O autor analisa aquelas que são, em sua opinião, as fontes da cristandade: judaísmo, classicismo e herança platônica. Ao mostrar como as três se amalgamaram para originar o cristianismo, Tarnas apresenta uma abordagem inovadora, revelando de que forma os primeiros líderes cristãos lidaram com a conformação psicológica e cultural da época para impor a nova crença.

Este breve texto procura recuperar a categoria estética do grotesco, buscando contextualizá-lo desde a origem do termo e sua definição. Amparado em teóricos que se detiveram a estudar o tema e em vários exemplos (destacando as artes, o cinema e a televisão), o ensaio procura mostrar a heterogeneidade da aplicação do conceito de grotesco através dos tempos. 

 

Resenha dos livros A Câmara Clara, de Roland Barthes, Filosofia da Caixa Preta, de Vilém Flusser e O ato fotográfico e outros ensaios, de Philippe Dubois, trazendo argumentos para reflexões sobre a fotografia.

 

 

Apresentação de dois grandes historiógrafos da arte, Germain Bazin e Udo Kultermann, explanando seus métodos de trabalho.

 

 

Este texto introduz ao Fauvismo, utilizando obras de Matisse como exemplo.

 

 

 

 

Explanação de alguns conceitos do filósofo e sociólogo Pierre Bordieu, analisando sua aplicabilidade nos dias atuais.

 

 

 

 

Resenha do livro Arte Conceitual, de Paul Wood, com destaque para a obra Merda de Artista, de Piero Manzoni.

 

 

 

Please reload